segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Eu sou bonita!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
















"O que te falta? Falta tu mesma se convencer do que te falo com certezaTu merece alguém que abra os olhos diariamente e pense: 'cara, eu tô com ela, eu sou o namorado dela!'. Que goste da tua boca, do teu ombro, do teu cabelo bagunçado, do teu calcanhar, da tua cintura, das tuas mãos, do cheiro da tua pele, das sardas do teu rosto. E isso vai acontecer naturalmente ao você se dar conta de que tu é bonita, no âmago e na lata. Eu acho, teu ginecologista também, o colega de trabalho assina embaixo. Um dia serás o amor da vida de alguém, do jeitinho que tu é. Falta tu. Acorde hoje e repita: 'eu sou bonita'."(Gabito Nunes)

É tão bom...

"Até que você apareceu, iluminando minha vida, tal como um prisma atravessado por um raio de sol." (Eleanor H. Porter em: Poliana)





É tão bom sentir o tecido cardiovascular bater de modo a abrir mais sorrisos em mim...(Kelly Cristina Costa)



domingo, 30 de janeiro de 2011

sábado, 29 de janeiro de 2011

Não sou normal...



...pessoas normais são chatas!




Ps: Eu, a única maluca cheia de acessórios e mesmo com lentes, ainda arrumei um óculos...rs

Tudo que eu quero é Deus



"Tudo que eu quero é Deus. Quero Deus dentro de mim. Quero Deus brincando na minha corrente sanguínea da mesma forma que a luz se diverte sobre a água."

(Elizabeth Gilbert)

Quando me amei de verdade,

parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo o que não fosse saudável, pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse pra baixo, de inicio minha razão chamou essa atitude de egoísmo, hoje sei que se chama amor próprio.

(Charles Chaplin)
Tudo o que cala, 


fala mais alto ao 


coração.


(Lulu Santos)
''Deixar a solidão da voz para fazer letra acompanhada. Baixa-se o rosto para levantar o verbo. É necessário mais coragem para escrever do que falar, porque a escrita não depende só de ti. Nasce no momento em que será lida.''





--Fabrício Carpinejar

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011





"Quem olha de longe não percebe e quem não se aproximar nunca vai saber: a Menina gosta livros e Jazz, queria saber dançar, troca uma balada pra assitir a Orquestra, gosta de andar até as pernas reclamarem, tem preguiça de filme cult e vê pequenos detalhes onde os outros enxergam cotidiano. E, acima de tudo, está cansada de tanto assustar e afastar as pessoas, cansada de esperar vidas se resolverem por uma promessa de futuro e ficar pra trás mais uma vez."

(Verônica H.)

Adoce com limão.

"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós, quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam..."
Clarice Lispector (sempre muito admirada por mim! Fascinante!)

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

É preciso força pra sonhar e perceber


Que a estrada vai além do que se vê




Los  Hermanos

Positivooo!!!!

Eu me acabei de rir com esse vídeo. RIR!

...deixem que as cores do  lhes sobressaiam no rosto!
-Moa


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Musicando

Fuçando o blog do Léo, vi músicas que pelas quais, as pessoas lembram dele.  Eu  vou lembrar dele, juro!rs
Mas, por enquanto acho ela minha cara mesmo, toda delicada (pretensão não?)...rs 
Linda!

Marisa Monte e JULIETA VENEGAS-Ilusión

Você ainda vai...

...amar e odiar a mesma pessoa, vai querer morrer e vai querer viver mais, vai se perguntar o porque de gostar, o porque de amar! Vai rir das coisas que passou, vai rir de como você era, de como você é, e de como você pensa ser. Vai querer mudar de nome, vai querer ser outra pessoa, vai perceber que você mudou muito, ou que você sempre foi a mesma pessoa! Vai querer rir com vontade de chorar, chorar com vontade de rir, vai acreditar e desacreditar, vai se perder em sua própria vida, vai arriscar mesmo sabendo das conseqüências. Vai deixar de tentar por medo, duvidas, vai se arrepender, vai querer voar. Vai querer sumir, se mudar para outro país. Vai querer recomeçar, mesmo nunca tendo começado, vai fazer planos com outra pessoa, mesmo ela nunca ter feito parte disso. Vai depender de alguém, vai pedir ajuda. Vai perder o orgulho. Vai perceber que mesmo sendo sempre a mesma pessoa, você nunca é você mesmo.

Cartas ao vento

São tão pitorescas as mulheres que escrevem o que estão pensando, o que estão sentindo. Digo as mulheres, porque os homens andam tão desanimados em expressar o que pensam, preferindo reter para si.

Noutros tempos, toda menina sensível tinha um diário, que podia até ser um caderninho, todo pintadinho, com flores, desenhinhos, marquinhas de beijos colocadas com o batom cor de rosa de menina moça ou do batom vermelho habilidosamente surrupiado das mães. E, se estavam apaixonadinhas de forma platônica pelo professor de matemática da quinta série, aí tinha coraçõezinhos com flechinhas. Mas ninguém podia ver, mesmo que nele só tivesse registros de coisas sem sentidos para os outros como “hoje, ele me elogiou quando entregou a prova e eu tirei dez”. Nestes pequenos diários, elas guardavam as coisinhas delas, de forma tão corriqueira e ao mesmo tempo únicas. Daí sob uma pequena decepção ou frustração da vida, lá se iam as páginas que julgavam não dever ter escritas para o lixo.

Nos dias de hoje essa peculiaridade mudou de formato, mas continua bombando de forma irreversível e até irreverente, eu diria. Como se multiplicam os blogues. Daí, mesmo após deixarem a adolescência, é hora de algumas mulheres revelarem o quanto sua sensibilidade foi transformada pelas paixões, pelas decepções, pelos amores vividos e pelos não vividos e nele vertem todo o doce fruto da maturidade ou sopram o hálito suave e perfumado das descobertas que ainda anseiam viver. Outras vezes, simplesmente escolhem um tema e sobre ele revelam de si, como moda, atualidades, livros, cinema, estilo. Em todos estes temas sobressaem-se imagens interessantíssimas, fotos esbanjando elegância e sensualidade, textos que refletem o quando as palavras conseguem demonstrar o conteúdo que cada uma possui.

Os blogues masculinos, em bem menor quantidade, em sua maioria são mais pontuais, mais diretos ao que se propõe. Daí a leveza das mulheres também se sobressaírem nesse meio de comunicação. Nos blogues escritos por mulheres sempre há uma revelação mais íntima que torna o leitor mais interessado. Sempre há um vento que elas sopram com as palavras que refrigera o atento leitor de forma reflexiva. Por exemplo, uma mulher apaixonada escreve de forma leve, como se estivesse abanando com as palavras um leque de seda japonesa. Uma mulher decepcionada com a vida escreve de forma agressiva, como se inconscientemente estivesse expondo seu estado de espírito pela dor, não pela ferida. E por nos tornamos eternas crianças diante do amor, da paixão, do desejo, daí a necessidade de escrever o que sentimos.

Talvez os blogues tenham se tornado a melhor forma de suprir a ausência das cartas de amor. Quanto tempo viveríamos sem elas? (as cartas de amor). Muitas pessoas julgam ridículo alguém passar seu tempo escrevendo em um blogue, talvez falte sensibilidade aos tais, também julgavam ridículas as cartas de amor. Fernando Pessoa, usando o heterônimo (nick name) Álvaro de Campos escreveu “Todas as cartas de amor são/ Ridículas. / Não seriam cartas de amor se não fossem / Ridículas. … / Mas, afinal, / Só as criaturas que nunca escreveram / Cartas de amor / É que são / Ridículas”.

É preciso sensibilidade para se escrever sobre pessoalidades em um blogue, reconheço. Mas não é requisito esbanjar as regras gramaticais do idioma de Camões. Eu mesmo neste blogue, vivo pisando distraidamente na flor do lácio. Tenho uma dificuldade enorme em ser sucinto. Mas reconheço que acima de tudo é preciso simplicidade.

E por falar em cartas de amor, agora digitais, há sempre uma empolgação quando a mensagem é transmitida, recebida e entendia. É como naquele trecho escrito por Monteiro Lobato no livro Reinações de Narizinho, onde ela responde a um pedido de casamento feito por carta pelo Príncipe Escamado do reino das Águas Claras, com outra carta com um simples 'sim!'. Onde ele conclui que ela não se limitou a aceitar a proposta, mas a aceitou com entusiasmo, por causa do ponto de exclamação, conclui ele. Na sequência, outras cartas foram trocadas por eles, o que acho mais bonito nessa estória é que Narizinho respondia as cartas com presentes, ora uma flor, ora um grilinho do gramado, ora uma rosada e roliça minhoca. Até uma rosquinha que ela frisou que fora enrolada pelas suas próprias mãos, tendo o príncipe transformado a rosquinha numa coroa.

Escrever num blogue tem um pouco disso, uma troca de presentes. Nem sempre gostamos dos presentes que nos são oferecidos, mas quando gostamos nos sentimos mais próximos de quem nos presenteia, posto que somos tocados. Ainda quando escrevemos sem destinatário, o vento da sensibilidade sopra as plumas do texto e pousa suavemente numa pessoa aqui, faz cócegas noutro mais atento ali, passa despercebido em um distraído acolá e repousa na mente de quem escreveu.

Moa Will 

domingo, 23 de janeiro de 2011

A felicidade vai em direção das pessoas que 

sabem rir” - Prov. japonês

amanhã, quando acordar ,



pense se hoje valeu a pena e APAIXONE-SE, porque em 24 


horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida: o 


dia seguinte !





sábado, 22 de janeiro de 2011

Sthendal



O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter coragem de ir colhê-la à beira de um precipício.

Antoine de Saint Exupéry

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieto e agitado: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração... "
"Eu quero mesmo é alguém que faça meu corpo querer companhia nos momentos em que minha mente insiste pela solidão."


Caio F. Abreu
Não vá levar tudo tão a sério




Sentindo que dá, deixa correr




Se souber confiar no seu critério


Nada a temer




Não vá levar tudo tão na boa




Brigue para obter o melhor




Se errar por amor Deus abençoa



Seja você!


Djavan

22:40

Que ninguém fique estático à porta de um sonho. À espera do milagre que não vem. Ou preso ao passado que já lá vai. 


"Ensinam muitas coisas às garotas: Se um cara lhe machuca, ele gosta de você; nunca tente aparar a própria franja; e, um dia, vai conhecer um cara incrível e ser feliz para sempre. Todo filme e toda história implora para esperarmos por isso: a reviravolta no terceiro ato, a declaração de amor inesperada, a exceção à regra. Mas às vezes focamos tanto em achar nosso final feliz que não aprendemos a ler os sinais, a diferenciar entre quem nos quer e quem não nos quer, entre os que vão ficar e os que vão nos deixar. E talvez esse final feliz não inclua um cara incrível. Talvez seja você sozinha recolhendo os cacos e recomeçando, ficando livre para algo melhor no futuro. Talvez o final feliz seja só seguir em frente. Ou talvez o final feliz seja isto: saber que mesmo com ligações sem retorno e corações partidos, com todos os erros estúpidos e sinais mal interpretados, com toda a vergonha e todo constrangimento, você nunca perdeu a esperança."


Do Filme, Ele Não Está A fim De Você

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Eu estou (sou) apaixonada...

...por esta música hoje! 

O seu amor
Reluz
Que nem riqueza
Asa do meu destino
Clareza do tino
Pétala
De estrela caindo
Bem devagar...

Oh! meu amor!
Viver
É todo sacrifício
Feito em seu nome
Quanto mais desejo
Um beijo, um beijo seu
Muito mais eu vejo
Gosto em viver
Viver!

Por ser exato
O amor não cabe em si
                                                                                    Por ser encantado
                                                                                     O amor revela-se
                                                                                    Por ser amor
                                                                                      Invade
                                                                                          E fim...
*Djavan

Crocs: A última moda dos crocodilos


Chiquérrimo

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

também dá no mesmo...

"- Só sei que nós nos amamos muito...
- Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
- Não, eu falei no passado!
- Curioso né? É a mesma conjugação.
- Que língua doida! Quer dizer que NÓS estamos condenados a amar para sempre?
- E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações...
- Pensar assim me assusta.
- Por que? Você acha isso ruim?
- É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais...
- Você usou o verbo 'doer' ou 'doar'?
- [Pausa] Pois é, também dá no mesmo..."


Gian Fabra

Pára o mundo que eu quero descer!



Delicadeza e doçura não fazem muito sucesso, nem alegrias de bolso e nem amor que deu certo.
"...dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido 
De não ter que ser perfeito
 
Pretérito, sujeito, artigo definido
 
De me apaixonar todo dia..."


(Vander Lee)
You're stuck on me and my laughing eyes
I cant pretend though I try to hide - I like you
I like you.

-Colbie Caillat


Ser Brasiliense...


Você se sente confortável com a umidade de 10%.
Você torce pra que a chuva chegue logo.
Você, de fato, pára o carro na faixa de pedestres.
Ouve dizer "é bem pertinho" e pensa tranqüilamente em 50 km.
Você sabe do que estão falando quando perguntam "conhece alguém da cinco"?
Você se sente à vontade com endereços em coordenadas cartesianas.
Sabe que se for a um endereço nas 300, 100 e 200 irá a um apartamento bom;na 400 terá que subir escadas e na 700 vai ter de procurar vagas nas calçadas das casas!
Fica chateado quando te perguntam se já viu o presidente.
Sabe que uma boate da moda não dura mais do que três meses.
Já passou um carnaval ou feriado em Caldas Novas.
Vai a churrascos onde o traje básico das meninas é jeans, sandália de salto alto e bolsa da Louis Vuiton. Biquíni nem pensar...

Você pode ver o por do sol mais lindo do mundo todos os dia!

Tesourinha é muito mais que um objeto de cortar papel pra vc?


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Los hermanos

A princípio não achei nada demais das canções que fizeram dos Hermanos uma banda popular (Anna Júlia e Primavera). Até que um dia  ouvi dizer do CD ao vivo dos caras – não me lembro direito... mas acho que foi o Na fundição progresso Peguei e pus no som para ouvi-lo enquanto arrumava a bagunça do quarto. Tocou a primeira música.  A segunda, a terceira e fui escutando meio desconfiado. E confesso que a princípio gostei de uma ou duas músicas, só (O vencedor e  O Último Romance). Na verdade, partir delas é que fui sentindo mais necessidade de entender a canção dos caras. Como eram faixas distantes uma da outra eu acabava ouvindo as demais que as separavam. E percebi que quanto mais ouvia, mais necessidade tinha de compreendê-las, e, assim, fui atentando com mais cautela para o sentido da melodia e das letra. E nessa brincadeira acabei percebendo em toda obra dos Hermanos algo de muito peculiar: que há, quase sempre, um trato especial com a palavra, com a melodia, com a composição das canções – por mais  simples e prosaico que possam parecer. Resumindo, adorei!
"Eu nunca joguei pra perder. Se ainda não ganhei, é porque o jogo ainda não acabou. E eu digo quando acaba."

(Lucas Silveira)

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

NÃO GOSTE APENAS DO AMOR



Goste de alguém que te ame, alguém que te espere,
Alguém que te compreenda mesmo nos momentos de loucura;
De alguém que te ajude, que te guie,
Que seja seu apoio, tua esperança, teu tudo.

Goste de alguém que não te traia, que seja fiel, que sonhe contigo, que só pense em você,
que só pense no teu rosto, na tua delicadeza, no teu espírito;
E não só no teu corpo, nem em teus bens.

Goste de alguém que te espere até o final,
de alguém que sofra junto contigo, que ria junto a ti, que enxugue suas lágrimas;
Que te abrigues quando necessário,
que fique feliz com tuas alegrias e que te dê forças depois de um fracasso.

Goste de alguém que volte pra conversar com você depois das brigas, depois do desencontro.
De alguém que caminhe junto a ti, que seja companheiro, que respeite tuas fantasias, tuas ilusões.

Goste de alguém que te ame.
Não goste apenas do amor.
Goste de alguém que sinta o mesmo por você...

Luís Fernando Veríssimo

Amigo de verdade? rs

Você, esta cansado de todas aquelas declarações melosas, com poemas chatos sobre amizade que quase sempre são mentira, nunca realmente chegam perto da realidade???? 


Aqui esta um poema sobre amigos que realmente expressam a amizade Verdadeira.



AMIGO... 


Quando você estiver triste... 

Eu vou te ajudar a planejar uma vingança contra o f
.d.p. que te deixou assim.

Quando você me olhar com desespero... 

Eu vou enfiar o dedo na sua goela e te fazer por pra
fora o que estiver te engasgando. 


Quando você sorrir... 

Eu vou saber que você deu uns pega em alguém ou em
alguma coisa. 


Quando você estiver confuso.... 

Eu vou explicar pra você com palavras bem simples
porque eu sei o quanto você é devagar. 


Quando você estiver doente... 

Fique bem longe de mim até se curar. Eu não quero pegar
o que quer que você tenha. 


Quando você cair...
Eu vou apontar pra você e me mijar de rir. 


Você me pergunta, 'Por quê?'


Porque você é meu 
amigo!!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Já pensou, se alguém quisesse parar o tempo só pra te pedir...

... em CA-SA-MEN-TO ?
Lindo! Aqui!

Um futuro bem ali...

Hoje, eu sofri porque lembrei que o doutorado dura 4 longos anos e eu ainda tenho que fazer mestrado! E sofri mais ainda quando lembrei que daqui 4 anos, eu terei 24, quase 25! Não que eu tenha problemas com idade, eu juro que não tenho. Mas eu tenho problemas com o tempo. Eu sempre acho que o tempo vai acabar e eu vou ficar sentada no meio do caminho, à margem da história.

Oração do Desencalhe

Confesso que ri, mas pode servir em algum momento de  desespero. Seus problemas, acabaram!(rs)Aqui!

das coisas que faz a gente amar

É que amar tem tantos significados que a gente se perde

E amar talvez seja outra coisa
Aquela mistura de pé no chão e cabeça no peito de alguém
É um ir embora e levar tudo de outra pessoa com você, olhos, cheiro, mão, palavra...
É sentir-se livre estando preso
É deixar livre e ficar leve
É saber que o coração dos outros não te pertence,
mas mesmo assim, alguém quer dá-lo a você


Vanessa Leonardi

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Permita-se

Às vezes é preciso parar por alguns dias, organizar as gavetas, jogar fora certas lembranças, enterrar algumas memórias, respirar fundo e continuar. Porque se sentir mal faz parte, assim como se sentir plenamente vivo. É preciso parar, reconsiderar os caminhos, rever as atitudes, planejar tudo de novo e seguir em frente. Continuar é uma arte. E superar também. Portanto permita-se parar. Mudar os planos, tentar algo novo ou simplesmente sonhar. E sobretudo não esqueça dos seus sonhos, pois eles são quem você realmente é.

Paula Fernandes